Home //

Programação

  • Nenhum evento neste horário

    • 14:00-16:00

      A construção de laboratórios de cultura digital

      É possível “abrir” os gabinetes de Brasília para cada cidadão interferir na política do país e produzir novas relações com o poder?

    • 16:30-18:30

      Como a cultura digital e os parlamentos podem se articular?

      Encontro entre os ativistas e os representantes políticos para uma conversa olho no olho sobre as novas relações de poder.

  • Nenhum evento neste horário

    • 10:00-22:00

      Ônibus Hacker (Transparência Hacker)

    • 16:00-18:00

      Fora do Eixo

  • Nenhum evento neste horário

    • 16:00-18:00

      Bricotecnologia: microapresentações

      Bricotecnologia, o termo usado para designar a fabricação digital artesanal, a tecnologia "faça você mesmo", é um dos eixos de programação do Laboratório Experimental do Festival CulturaDigital.Br. Nesta roda de conversa, representantes do Cotidiano Sensitivo, Holoscópio, Pandeiro Montagem, Garoa Hacker Clube, Ônibus Hacker, Gambiologia, Pandeiro Montagem, Antenas Artesanais, Monitora Cerrado e Lab Macambira trocam experiências sobre os projetos e abrem a discussão sobre o assunto para o público presente.

    • 18:00-19:00

      Apresentação dos projetos internacionais do Laboratório

      Roda de conversa para a apresentação dos projetos internacionais que compõem o Laboratório Experimental: Waste2No, Pretty Resistant, Protei / Oil Compass, Bitcoin, Generadores de electricidad con basura electrónica, The Cartographer.

    • 19:00-

      Quase-cinema

      Demonstração e oficina sobre a criação de softwares de performance audiovisual, com foco em OpenFrameworks, Processing e Blender 3D.

  • Nenhum evento neste horário

    • 14:45-15:00

      Ludimídia

      Laboratório sobre o uso criativo das tecnologias na área da educação, como parte essencial do currículo contemporâneo. Os aparatos tecnológicos e suas possibilidades científicas, potencial artístico, lúdico e estético.
    • 15:05-15:20

      No2Somos+

      Projeto educacional composto de espaços nômades para a criação conjunta de conhecimento, a investigação de processos de aprendizagem e ensino descentralizados. Apropriação tecnológica e linguagem artística para fomentar a educação colaborativa e autônoma.

    • 15:25-15:40

      Teko Arandu

      Criação de condições favoráveis através de recursos como georreferenciamento, radiofonia e acesso à internet para a promoção de intercâmbios entre etnias indígenas e manutenção e transmissão de suas práticas culturais tradicionais.
    • 16:05-16:20

      Interações estéticas

      Apresentação da experiência de interação estética entre cultura digital e cultura africana do projeto Samba e Raiz Africana em Porto Alegre.
    • 17:15-17:30

      Amigos de Januária

      Iniciativa de mídia cidadã que ensina jovens a usarem ferramentas digitais para o monitoramento da administração municipal na cidade de Januária (MG). Além de técnicas de jornalismo, os participantes aprendem a acessar informações que estão disponíveis em bases de dados públicas.
    • 17:35-17:50

      Chokepoint

      No começo do ano assistimos ao levante popular contra o presidente egípcio. O governo do país deu ordem para desligarem a internet. Este projeto pretende mapear os “donos” da internet. Onde estão os nós de controle desse serviço usado por milhares de cidadãos globais?
    • 17:55-18:10

      Bus Stops, Corner Stores and Countertops

      Proposta de “escultura social” feita por uma artista plástica, que inclui desmontar estruturas hierárquicas em salas de aula, transformar uma RV 1984 em laboratório ambulante e ter desabrigados como colaboradores.
    • 18:15-18:30

      DominemoslasTIC /METOCA

      Os coletivos Dominemos las Tecnologias e Metoca trabalham com a apropriação tecnológica para disseminar, coordenar e articular ideias e projetos sobre direitos de gênero. O grupo também atua com ações culturais, como o Teatro do Oprimido e novas mídias.

      Guatemala

    • 18:35-18:50

      AdaMachine

      Intercâmbio de conhecimentos livres entre mulheres que trabalham e pensam temáticas relativas a política, ciências, corpo, arte e tecnologia. Vão compartilhar a experiência de trabalhar  uma dinâmica de diversidade e heterogenia onde diversas autonomias trabalham em conjunto.

    • 18:55-19:10

      Agentes invisíveis

      O projeto busca identificar mecanismos de monitoramento de dados pessoais na internet brasileira e produzir mapas visuais para a compreensão do fenômeno,  ampliando assim o debate público sobre o tratamento de dados pessoais no ciberespaço.

    • 19:15-19:30

      AMCV (Alerta Móvel de Contra Vigilância)

      O objetivo do anonominoColectivo, do México, era permitir que qualquer pessoa pudesse saber a localização das câmeras de segurança de sua cidade. Para isso, desenvolveram um aplicativo com mapas e avisos para celulares e uma página web, onde o desenvolvimento do projeto é documentado.
  • Nenhum evento neste horário

    • 19:00-20:00

      Cerimônia de Abertura

    • 20:00-21:30

      Yochai Benkler

      Apresentação: Gilberto Gil

    • 21:30-21:45

      Exibição de EstereoEnsaios

    • 22:00-00:00

      Coquetel de Abertura

  • Nenhum evento neste horário

    • 13:30-19:30

      Integrarte/Entregarte (RJ)

      O projeto cria visualizações e sonorizações de movimentos corporais para a criação de uma instalação que explora o corpo no espaço com Kinect e Processing.

    • 14:00-16:00

      Newton & Jobs

      A partir de duas (ou mais) projeções de slides e filmes, transparências artesanais são criadas e projetadas. A sobreposição dessas imagens no espaço são fotografadas, filmadas e editadas em um filme.

    • 14:00-22:00

      Jandig

      A instalação propõe a visualização de criações digitais no espaço físico do festival, através de códigos QR e da distribuição do aplicativo de leitura, Jandig, por bluetooth.

    • 14:00-16:00

      Video Arte -- Projeções no MAM

      Mostra dos trabalhos de mulheres vídeo-artistas, brasileiras e estrangeiras.

      Aleteia Daneluz

      Naked truth
      Super8 telecinado, cor, mudo, 5m. loop, 2006.
      Exploracao da artista das mudancas corporais e  do movimento, investigando sua propria insatisfacao e ansiedade perante a existencia do corpo no espaco.
      aleteiadaneluz.com

      Maria Mattos

      “o piano azul“ | the blue piano | 2010 |video 3’38”
      Um piano em longa e contínua caminhada pela casa | a piano in a continuos journey   around the house.
      Premiado 36º SARP, Coleção MARP Museu Arte Ribeirão Preto | Art Museum of Ribeirão Preto , São Paulo.

      “nuvem 9”  | cloud 9 | 2011 | video 6’48” |
      Observação do vôo de um avião em nuvens de chuva e vento | the observation of a plane in rainy and windy clouds.
      Premiado 36º SARP, Coleção  MARP Museu Arte Ribeirão Preto | Art Museum of Ribeirão Preto , São Paulo, Brazil

      Patricia Delgado

      Quando criei 'Peep-Show' estava interessada na seguinte questão: o que é que acontece quando uma artista faz a abstração das suas próprias formas para transmitir uma mensagem? Será que ela consegue evitar a objectificação do seu corpo por parte do espectador?

      A razão por qual eu escolhi fazer a dança da vara é porque este tipo de dança é, tradicionalmente, observada por homens. Conforme a duração do video, as imagens se tornam mais e mais abstractas até a imagem final chegar ao formalismo puro. Por isso, o espectador vê um striptease ao contrário onde as formas da dançarina tornam-se cada vez menos visíveis.

      sobre a artista:

      Patricia Vidal Delgado nasceu em Lisboa em 1987, estudou na Central St Martins e na Slade School of Fine Art. Sua obra incluí vídeo, som e performance e recorre frequentemente ao formalismo. Os seus trabalhos já foram mostrados em festivais internacionais de vídeo e galerias de arte em Budapest, Stuttgart, Zurich, Lisboa, Marrakech, Londres e Rio de Janeiro. Ela mora e trabalha em Lisboa.

      Simone Michellin

      Men & Fireworks
      video digital estereoscópico, cor, se, som, loop, 2011.
      animação que mostra uma figura masculina saindo de trás de uma cortina
      e dispara um tiro em direção ao espectador; segue-se uma chuva de esferas
      coloridas que, ao se combinarem, formam moléculas de thc.

    • 18:30-19:30

      Mídias Sub Urbanas (RJ)

      Mostra paralela de filmes de baixo orçamento. Os filmes foram realizados em oficinas de audio visual por todo o Brasil e Rio de Janeiro tendo a cooperação coletiva e democrática.

    • 20:00-22:00

      Céu da Palavra

      Pipas brancas são empinadas no céu à noite, enquanto um projetor lança imagens de trechos de poema ao céu. Para lê-los, é preciso controlar as pipas.

    • 20:00-22:00

      Sonhando Satélites

      Soñando Satelites é uma instalação sonora em tempo real que propõe que olhemos para o céu como um território a ser explorado e hackeado. Programada em software livre.

Ao todo são seis os eixos que compõem a programação do Festival CulturaDigital.Br:  Encontro de Rede, Laboratório Experimental, Mostra de Experiências, Visualidades, Arena e Palestras.

Além dos palestrantes já confirmados, que irão se apresentar no Odeon Petrobras, a programação será também composta por projetos selecionados na chamada pública e por projetos convidados pelo Festival. Essas atividades ocuparão o Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM Rio) nos dias 2, 3 e 4 de dezembro.

 

Please log in to vote

You need to log in to vote. If you already had an account, you may log in here

Alternatively, if you do not have an account yet you can create one here.